Postado dia

E ae pessoas! Por acaso você está querendo começar na área de design e/ou programação e precisa de programas para trabalhar, mas não tem grana para investir? Ou as licenças dos seus programas expiraram, e a grana ficou curta?

Então aqui vai uma lista de programas grátis que você pode baixar. Alguns estão disponíveis para todos os sistemas operacionais. Obviamente existe muitos outros programas, mas a lista abaixo são sugestões pessoais com programas que já usei ou já ouvi falar bastante e muito bem.

Programas de código

Sublime Text (Mac / Windows)

Sublime Text

Programa com interface bem simples e bem leve que suporta muitas linguagens de programação front-end e back-end, podendo acessar facilmente os arquivos do seu projeto, navegar pelo seu código através de um mapa do código, usar múltiplas seleções para digitar em várias linhas ao mesmo tempo, etc. O programa é cheio de recursos, mas ele terá uma janela popup que surge de vez em quando após salvar um arquivo, sugerindo que você compre uma licença, mas não é algo obrigatório e muito menos é uma versão trial.

Alguns recursos:

  • Goto Anything: acesso a qualquer parte do código com atalhos específicos do programa;
  • Goto Defintion: acesso a definição de cada classe, funções e métodos do código;
  • Múltiplas seleções: permite digitar em várias linhas ao mesmo tempo, tendo algumas funcionalidades extras;
  • Paleta de comandos: acesso fácil aos menus do programa;
  • Ecossistema de pacotes: permite instalar pacotes que estendem as funcionalidades do programa;
  • Personalização: atalhos, menus, snippets, macros e muitos outros recursos personalizáveis;
  • Edição dividida: permite criar várias divisões para visualizar o código de mais de um arquivo ao mesmo tempo;
  • Troca de projetos: permite acessar outros projetos, mantendo tudo o que foi feito, sem perder arquivos não salvos e modificados, de forma semelhante ao Goto Anything.

Acessar o site

Notepad++ (Windows)

Imagem por Notepad++
Notepad++

.

Esse programa tem uma interface bem personalizável e com suporte a várias linguagens de programação. Ele oferece suporte a auto-completion, que dá sugestões do que você quer digitar e assim aplicar no código para lhe salvar tempo. Tem vários recursos que o Sublime Text apresenta, mas sua quantidade de configurações personalizáveis, tanto de interface quanto de aparência dos códigos faz ele se destacar bem.

Alguns recursos:

  • Realce e blocos personalizáveis: permite configurar a aparência do código;
  • Interface personalizável: sistema de abas, podendo ter mais de uma linha de abas e lista de arquivos;
  • Mapa do código;
  • Auto-completion: dá sugestão do que você vai digitar para aplicar a sugestão ao código;
  • Suporte a favoritos e macros;
  • Argumentos: permite iniciar o programa com argumentos que definem posição iniciais da janela, visibilidade do programa no sistema operacional, entre outras possibilidades.

Acessar o site

Atom (Mac / Windows / Linux)

Imagem por Atom
Atom

.

Desenvolvido pelo GitHub, esse programa é completo e tem uma interface simples. Tem suporte a um editor HTML WYSIWYG (What You See Is What You Get, ou “O que você vê é o que você tem”) e permite instalar pacotes para melhorar na integração com várias linguagens de programação. Ainda oferece informações e diagnósticos do código, podendo ver erros e avisos sobre seu código, e também oferece suporte a auto-completion. E sua interface pode ser personalizada. E claro, por ser desenvolvido pelo GitHub, ele conversa com o GitHub.

Alguns recursos:

  • Gerenciador de pacotes: permite instalar pacotes para alta personalização do programa;
  • Auto-completion: dá sugestão do que você vai digitar para aplicar a sugestão ao código;
  • Lista de arquivos: permite visualizar lista de arquivos, um projeto, ou múltiplos projetos ao mesmo tempo;
  • Temas: permite mudar a aparência do programa com alguns temas já embutidos;
  • Personalização: permite definir a aparência de seus códigos e adicionar recursos extras para linguagens específicas;
  • Teletype: por ser um programa do GitHub, é natural que ele permita edição de código conjunta, permitindo que mais de uma pessoa edite o mesmo código em tempo real.

Acessar o site

Programas de FTP

FileZilla (Mac / Windows / Linux)

FileZilla

Provavelmente um dos melhores clientes FTP que existe, o FileZilla oferece uma boa interface que permite visualizar os arquivos do servidor e do seu sistema de forma fácil, mas que pode ser personalizado ao seu gosto. Oferece opções de segurança de transferência, permite pausar e continuar downloads e uploads, a possibilidade de favoritar os acessos aos servidores, permite manter várias abas para se manter conectado a mais de um servidor ao mesmo tempo, entre outras possibilidades.

Alguns recursos:

  • Suporte a FTP, SFTP e FTPS;
  • Suporte a IPv6;
  • Pausa e resumo de arquivos maiores que 4GB;
  • Interface com suporte a arraste-e-solte;
  • Limites de transferências personalizáveis;
  • Comparação entre diretórios locais e do servidor, possibilitando ver em qual lado o arquivo é atual, ultrapassado, etc;
  • Suporte a HTTP/1.1, SOCKS5 e FTP-Proxy.

Acessar o site

WinSCP (Windows)

Imagem por WinSCP
WinSCP

.

WinSCP é um cliente FTP/SFTP para Windows bem conhecido e com suporte aos protocolos FTPS, WebDAV, S3 e SCP, sendo este último o que dá ao programa seu nome. Sua interface é um pouquinho menos convidativa devido à sua quantidade de recursos, mas não é nada assustador, ficando um visual até que balanceado. E isso faz jus à sua fama. O legal dele é que ele tem uma versão portátil que você pode deixar em um pendrive para usá-lo em qualquer computador com Windows.

Alguns recursos:

  • Integração com Windows: suporte a arraste-e-solte, URL, ícones, jump lists do Windows;
  • Tarefas de programação avançada usando uma interface de linha de comando e script agrupado com .NET;
  • Sincronização de diretório semi ou totalmente automática;
  • Editor de texto integrado;
  • Compartilhamento de configuração de sites via PuTTY;
  • Integração com Pageant (agente de autenticação PuTTY) para autenticação de chave pública com SSH;
  • Proteção opcional de site hospedado com senha mestra;

Acessar o site

Programas de banco de dados

Sequel Pro (Mac)

Imagem por Sequel Pro
Sequel Pro

.

Sequel Pro é um gerenciador de banco de dados MySQL e MariaDB simples somente para Mac com uma interface clean e de fácil compreensão. Ele permite você executar diversas declarações em sua própria área de query, podendo realizar somente partes das declarações assim como todas de uma vez, podendo realizar declarações CREATE, ALTER, etc. Além disso, você pode visualizar a estrutura de uma tabela e editá-la na hora. Ele exibe um rápido acesso a todas as tabelas e informações sobre a tabela. Também permite gerenciar facilmente os usuários.

Alguns recursos:

  • Suporte a conexão local, socket e SSH;
  • Fácil gerenciamento das estruturas da tabela com acesso aos índices;
  • Exibição simples de dados com organização de dados nas colunas e busca;
  • Rápido acesso às informações da tabela;
  • Suporte a favoritos;
  • Interface de query simples;
  • Permite gerenciar os usuários facilmente;
  • Permite exportar uma ou mais tabela no formato SQL, CSV ou em outros formatos;
  • Uso de abas para conectar a mais de um banco de dados ao mesmo tempo.

Acessar o site

HeidiSQL (Windows)

HeidiSQL

HeidiSQL é um gerenciador de banco de dados MySQL, Microsoft SQL e PostgreSQL que tem vários recursos do Sequel Pro. Ele apresenta uma área que permite ver as declarações executadas no banco de dados, além de ter uma área que permite ver as tabelas e suas informações, podendo ver a partir dela acessar os procedures, triggers, funções e eventos agendados.

Alguns recursos:

  • Uso de abas para conectar a mais de um banco de dados ao mesmo tempo;
  • Permite conectar aos servidores via linha de comando;
  • Permite importação e exportação entre servidores e banco de dados;
  • Permite importar arquivos de texto;
  • Consegue exportar em HTML, XML, LaTeX, Wiki Markup e PHP Array;
  • Permite inserir ASCII e arquivos binários nas tabelas;
  • Auto-completion e realce de sintaxe nas queries;
  • Permite monitorar os processos e matá-los se for necessário;
  • Otimiza e repara tabelas, além de reformatar SQL desorganizados;

Acessar o site

Programas de edição de imagem

GIMP (Mac / Windows / Linux)

Imagem por Joey Sneddon via OMG! Ubuntu!
GIMP

.

GIMP, ou GNU Image Manipulation Program, é a alternativa mais famosa ao Photoshop, cheio de recursos avançados e continua sempre sendo atualizado a medida que a tecnologia avança. Tem uma comunidade fiel forte, tanto que o site do programa oferece tutoriais básicos e avançados para poder dominá-lo. Ele consegue ler diversos formatos, incluindo uma leitura parcial do PSD. Sua interface é diferente do Photoshop, mas isso não dificulta seu uso caso você estiver acostumado com Photoshop. Ele oferece uma janela de ferramentas diferente, mas outras são mais familiares, como a janela de camadas.

Alguns recursos:

  • Interface personalizável, podendo gerenciar abas e docks;
  • Modo fullscreen que inclui as abas e docks;
  • Apresenta diversos recursos de melhoramento de fotos, como distorções, modos de correção, etc;
  • Apresenta um mixador de canais para gerenciar as cores das fotos;
  • Oferece várias ferramentas de retoque como a Clone Tool e a Healing Tool;
  • Suporte aos formatos JPG, GIF, PNG, TIFF, PSD e outros formatos mais raros através de plugins;
  • Suporte a vários tipos de hardwares como mesas digitalizadoras e uma grande variedade de controladores USB e MIDI;
  • Permite carregar e salvar arquivos de locais remotos usando protocolos FTP, HTTP, SMB e SFTP/SSH;
  • Permite salvar os arquivos já comprimidos em ZIP, GZ, BZ2 ou GIMP.

Acessar o site

Krita (Mac / Windows / Linux)

Imagem por David Revoy via Krita e YouTube
Krita

.

Muitos artistas como ilustradores, artistas de conceitos, criadores de texturas e artistas da indústria de efeitos visuais criam suas artes no Photoshop usando mesas digitalizadoras, mas quando se trata de uma opção gratuita para esses artistas específicos, Krita é a melhor opção pois foi feito pensando neles. Sua interface é bem parecida com a do Photoshop, sendo igualmente personalizável. Mas por ser mais voltado ao uso de artistas que costumam usar mesa digitalizadora, ele oferece alguns recursos focados nos brushes.

Alguns recursos:

  • Interface personalizável e que pode ser salva;
  • Oferece recursos para estabilizar seu brush para caso você tiver uma mão que treme muito;
  • Paleta popup: o programa oferece uma interface que permite escolher rapidamente a cor e o tipo de pincelada ao clicar com o botão direito sobre a área da arte;
  • Grandes possibilidades de personalização do brush baseados em 9 engines;
  • Permite criar padrões usando o modo Wrap-around;
  • Permite importar brushes e texturas, assim como exportá-los;
  • O programa também oferece algumas ferramentas, como as de formas, de transformação e as que modificam a perspectiva de visão;
  • Oferece algumas ferramentas de espelhamento que permite criar efeitos como a de um caleidoscópio, por exemplo;
  • Oferece um gerenciamento de camadas avançado, incluindo uso de máscaras;
  • Oferece vários recursos de seleção;
  • Permite gerenciar as cores através de paletas de cores, sem contar que você tem controle total do gerenciamento de cor do programa;
  • Tira proveito do OpenGL e oferece suporte a HDR.

Acessar o site

Programas de vetorização

Inkscape (Mac / Windows / Linux)

Imagem por Gilles Pinard via Inkscape
Inkscape

.

Assim como o GIMP, o Inkscape é a alternativa mais famosa ao Illustrator pois ele oferece muitos dos recursos presentes do Illustrator, como ferramentas de formas, caminhos, transformações, degradês, transparência, mesh gradients e muitas outras. O principal dele é seu suporte ao que é seu formato principal, o SVG, que faz o Inkscape se diferenciar dos outros. E ele ainda permite que você exporte para vários formatos suportados por navegadores e várias impressoras comerciais.

Alguns recursos:

  • Ferramentas Lápis (desenha linhas livremente), Caneta (linhas bézier), Caligrafia, Formas (retângulos, elipses, estrelas, polígonos, espirais), Texto;
  • Bitmap embutido e clones (edita um, os clones mudam automaticamente);
  • Permite transformar elementos de várias formas, incluindo mudar sua posição Z, contando também com o uso de camadas, que podem ser agrupadas se quiser;
  • Comandos de alinhamento e distribuição;
  • Suporte a RGB, CMYK, HSL, CMS e roda de cores;
  • Suporte a degradê com muitas cores, podendo também aplicar padrões como preenchimento;
  • Suporte a traçado, podendo criar traçados pontilhados e outros estilos;
  • Ferramenta de texto multilinha, podendo mexer no kerning, espaço entre letras e entre linhas;
  • Texto em formas e caminhos;
  • Permite olhar e editar a árvore do documento SVG em um editor XML;
  • Suporte a EPS, PostScript, JPG, BMP, PNG, TIP, OpenDocument Drawing, DXF, sk1, PDF e outros.

Acessar o site

Boxy SVG (iOS / Chrome OS / Windows / Web)

Imagem por Boxy SVG
Boxy SVG

.

Essa alternativa é bem diferente das outras pois é uma ferramenta disponível para uso como extensão no Google Chrome. Tem várias ferramentas disponíveis em uma interface bem simples, mas todas focadas na edição de vetores em SVG, tornando o Boxy SVG uma opção mais leve. E os arquivos SVG que ele gera apresentam uma estrutura XML bem clean. Se o seu sistema operacional consegue rodar o Google Chrome, então você pode usar o Boxy SVG.

Alguns recursos:

  • Uso do SVG e SVGZ como formatos nativos, renderizando esses formatos como qualquer navegador;
  • Acesso a centenas de fontes gratuitas do Google Fonts, podendo ainda importar fontes WOFF, WOFF2, TTF e OTF;
  • Apresenta uma biblioteca com vários cliparts;
  • Permite exportar para PNG, JPG, GIF, WebP e HTML;
  • Permite inspecionar e editar SVG e CSS de um jeito similar ao Chrome Dev Tools;
  • Suporte a vários atalhos.

Acessar o site

Programa de edição de vídeo

Shotcut (Mac / Windows / Linux)

Imagem por Shotcut
Shotcut

.

Se você está procurando um editor de vídeo simples, Shotcut pode te ajudar. Não é rico em opções como o Premiere, mas sim como uma alternativa superior ao famoso Windows Movie Maker, sendo que ele apresenta mais recursos. Além da edição de cortes e mudança de comprimento do vídeo, ele apresenta filtros e efeitos para aplicar em seu vídeo. Você também pode importar vídeos e áudios usando ação arraste-e-solte dentro da linha de tempo. Sua interface pode ser personalizada dependendo dos recursos que você usar.

Alguns recursos:

  • Suporte a muitos formatos de áudio e vídeos graças ao FFmpeg, incluindo vídeos HTML5;
  • Suporte a BMP, GIF, JPG, PNG, SVG, TGA, TIFF e sequência de imagens;
  • Permite fazer captura de imagem e som direto no programa;
  • Suporta resolução 4K;
  • Reprodução de transmissão de rede (HTTP, HLS, RTMP, RTSP, MMS, UDP);
  • Suporte aos plugins Frei0r;
  • Permite exportar um único frame ou exportar como sequência de imagens;
  • Permite visualizar medidor de pico, formas de ondas, analisador de espectro e barulheira, podendo controlar o volume e ainda aplicar filtros;
  • Mixagem e uso de fade in e fade out;
  • Suporte a som estéreo, mono e surround 5.1;
  • Permite corrigir as cores do vídeo;
  • Acesso a efeitos de transição de vídeo e opções de blending;
  • Permite esconder, mutar e trancar camadas;
  • Não depende de codecs do sistema;
  • Suporte a vários hardwares, como o Blackmagic Design SDI/HDMI, Leap Motion, entre outros.

Acessar o site

Programas de conversão de vídeo

Any Video Converter Free (Mac / Windows)

Any Video Converter Free suporta uma variedade de formatos, convertendo vídeos offline e online, como vídeos do YouTube, Facebook e Vimeo, por exemplo. Ele consegue ripar áudio de mídias físicas também. E ainda consegue cortar, rotacionar e aparar os vídeos, podendo inserir marca d’água e filtros também.

Alguns recursos:

  • Suporta vários formatos de vídeo: MP3, MPEG, VOB, WMV, 3GP, 3G2, MKV, MOD, M2TS, RMVB, AVI, MOV, FLV, F4V, DVR-MS, TOD, DV, MXF, OGG, WEBM, vídeos 4K e mais;
  • Consegue exportar para: WMV, MPG, MP4, AVI, ASF, M2TS, 3GP, 3G2, FLV, MKV, SWF, WebM, OGG e mais;
  • Consegue exportar para os dispositivos atuais, como dispositivos da Apple como o iPhone X, até Playstation 4 e Xbox One;
  • Permite extrair áudio de vídeos e CDs, suportando MP3, AC3, OGG, AAC, WMA, M4A, WAV, APE, MKA, AU, M4B, AIFF, FLAC, DTS e mais;
  • Permite baixar vídeos e áudios do YouTube, Facebook, Vimeo, SoundCloud, Dailymotion, entre outros;
  • Permite converter usando compressão HEVC e também H.265.

Acessar o site

Miro Video Converter (Mac / Windows)

Miro Video Converter

Miro Video Converter é um conversor simples que tem a função de converter vídeos, e só! Você pode arrastar o seu vídeo ou abrir uma janela para procurar seu vídeo, e logo abaixo você escolhe o formato final, podendo ser um formato específico ou um dispositivo específico. No site, você pode ver essa lista completa. O Miro é mais recomendado para converter vídeos para uso no HTML5.

Alguns recursos:

  • Permite converter para diversos dispositivos da Samsung, HTC, Motorola, Sanyo, Apple, PSP e Kindle;
  • Permite converter de AVI, H264, MOV, WMV, XVID, Theora, MKV e FLV para OGG, MP4 e WebM;
  • Permite converter para MP3 e áudio Ogg Verbis.

Acessar o site

Programas de edição de catálogos de fotos

RawTherapee (Mac / Windows / Linux)

Imagem por RawTherapee
RawTherapee

.

RawTherapee é uma alternativa avançada ao Lightroom que permite editar arquivos raw, assim como arquivos comprimidos, tendo acesso a vários recursos como ajuste de saturação, exposição, cores, ruído, entre outros. Ele permite editar uma imagem sem sobrepor o arquivo original, podendo voltar ao seu estado original a qualquer momento. Apresenta uma interface completa e personalizável com acesso a um navegador de arquivos que permite rápido acesso a suas fotos. O programa ainda permite processar imagens em lotes e editar múltiplas imagens de uma única vez.

Alguns recursos:

  • Usa engine de processamento de 96-bit (floating point) e edição não-destrutiva;
  • Usa algoritmos como AMaZE, DCB, AHD, EAHD, HPHD, IGV, LMMSE e VNG4;
  • Apresenta recursos de redução de ruído e melhoramento de detalhes;
  • Oferece diversos recursos de manuseio das cores, como balanço da cor branca, HSV, tonalização, entre outros;
  • Uso de algoritmos de alta performance, podendo utilizar recursos de processadores modernos, como o SSE;
  • Rápido carregamento de miniaturas e processamento em lotes que permite conversão de todas as imagens de uma só vez;
  • Permite editar imagens paralelas em abas separadas;
  • Suporta uma grande variedade de câmeras, incluindo as DSLRs;
  • Suporta arquivos de imagens raw (cru), incluindo imagens HDR DNG de 16, 24 e 32 bits, assim como JPG, PNG de 8 e 16 bits e TIFF de 8, 16 e 32 bits;
  • Pode se comunicar com o seu editor de foto favorito, como GIMP, por exemplo;
  • Interface personalizável, podendo até usá-lo com dois monitores.

Acessar o site

Darktable (Mac / Windows / Linux)

Imagem por Darktable
Darktable

.

Darktable é uma opção bastante similar ao Lightroom, tendo até uma interface muito parecida. A princípio, você pode visualizar um álbum de suas fotos na chamada “mesa de luz”, editar suas fotos na “sala escura”, observar as fotos da câmera usando a opção “tethering” e ainda permite configurar dados geográficos e tags na parte “mapa”, para caso sua câmera possua GPS. É uma opção para profissionais mesmo.

Alguns recursos:

  • Uso de edição não-destrutiva, mantendo a imagem original sempre intacta;
  • Todas as funções da “sala escura” usam buffers de 4×32-bit floating point pixel, usando SSE para aceleração;
  • Utiliza processamento de imagem acelerado GPU, com suporte a OpenCL;
  • Suporte a sRGB, Adobe RGB, XYZ e espaços de cores RGB lineares usando perfil ICC;
  • Permite aplicar tags, rótulos de cores, avaliação com estrelas e outros tipos de informações para facilitar na busca pelas fotos;
  • Suporta JPG, CR2NEFHDRPFMRAF, entre outros;
  • Consegue exportar para formatos de várias redes sociais, como Google+, Facebook, Flickr, além de poder exportar como anexo de emails e formatos de imagens como JPGPNGTIFF, PPM, PFM e EXR;
  • Pode ainda gerar uma galeria HTML interativa;
  • Possui vários módulos, como operações de imagem básicas, de tons, de cores, de correção, de efeitos artísticos e pós-produção.

Acessar o site

Programa de diagramação

Scribus (Mac / Windows / Linux)

Scribus é a alternativa mais famosa ao InDesign, e oferece recursos apropriados para os profissionais da área. O programa está em constante manutenção, saindo atualizações com frequência. Oferece um manual para caso precisar de ajuda para aprender a usá-lo. Sua interface é convidativa e ainda oferece recursos que permitem um ótimo gerenciamento de cores, e ainda consegue gerar PDF de forma versátil.

Alguns recursos:

  • Ferramenta de desenho em vetor;
  • Consegue importar uma grande variedade de tipos de arquivos, assim como exportar;
  • Suporta CMYK, spot colors, gerenciamento de cores ICC e ainda consegue emular daltonismo;
  • Consegue renderizar linguagens de marcação como LaTeX e Lilypond;
  • Usa um formato de arquivo baseado em XML, podendo por exemplo, recuperar um arquivo danificado usando um simples editor de texto como o Sublime Text;

Acessar o site

E muito mais!

Existe muitas outras opções de programas gratuitos disponíveis para uso, tanto programas, quando versões totalmente web e até aplicativos de smartphones (a própria Adobe oferece uma variedade de aplicativos de graça). Os que foram indicados neste post são alternativas famosas e que também achei interessante para você que não pode assinar o Creative Cloud ou comprar uma licença daquele programa mundialmente famoso.

Espero ter ajudado e que venham ótimos trabalhos para você!

Manda sua palavra ae! Deixe um comentário: